banner 2017

Praias, dunas, asfalto, trilhas e morro são os desafios da Volta à Ilha ASICS

Maior prova de revezamento da América Latina, Volta à Ilha ASICS exige dos atletas em todos os tipos de terreno.

Florianópolis (SC) – 02 de abril de 2015 – Maior prova de revezamento da América Latina, a 20ª Volta à Ilha ASICS, que neste ano acontece no dia 11 de abril, em Florianópolis, tem ao longo de seus 140km inúmeros desafios. Além da logística que envolvem as equipes durante as trocas em cada um dos trechos, os quatro mil corredores são exigidos em todos os tipos de terreno, como asfalto, praia, duna, trilhas e morro.

Dessa forma, o ideal é que durante a preparação para a prova, os atletas busquem ao máximo simular nos treinos os trechos que farão no dia da corrida. “Quando já se sabe o que irá fazer, o ideal é que uns três meses antes o atleta comece a treinar nos mesmos tipos de terreno. É importante enfatizar isso, fazendo treinamentos específicos”, explica Andrea Teixeira, diretora da assessoria esportiva Tribo do Esporte, que participou de todas as edições da prova como corredora e, atualmente, como treinadora.

No entanto, existem os casos de atletas que não conseguem fazer os treinos nos locais ou tem dificuldades em simular o que farão no dia da prova. “Quem mora em um lugar que não tem praia ou trilha, por exemplo, deve tentar simular algo parecido em sua cidade. É importante ver no mapa da prova a altimetria e o tipo de terreno de cada trecho e tentar passar isso para o treino. Pode ser feito um treinamento em morros ou locais com altitude mais elevada, por exemplo”, explica a treinadora.

Ainda segundo Andrea, os atletas que percorrerem os trechos de praia e duna devem estar bem hidratados. Manter a cadência no início é importante. “Não adianta sair desesperado, pois são terrenos que exigem mais do atleta devido à areia fofa”.

Outro ponto muito importante para quem vai correr nos trechos de praias e trilhas são os cuidados que se deve tomar. Para correr na areia o ideal é que se use meias longas. “A areia tende a entrar no tênis e isso incomoda um pouco, caso a pessoa esteja usando uma meia curta, a tendência é que esse desconforto seja pior”, comenta. “É importante estar muito atento durante os trechos de trilha. Apesar da prova ter uma sinalização muito boa, todo cuidado é fundamental. Olhar para o chão para fugir das pedras e troncos de árvore. Além disso, eu falo para todos não usarem fone de ouvido, pois tira a atenção”, revela Andrea.

Durante os 140km de prova, os corredores são postos a prova em todos os momentos do Volta à Ilha, mas um trecho em questão deve ser tratado de forma especial: o Morro do Sertão. Classificado com o mais difícil, o morro fica na região sul da Ilha e conta com 15km de intensa subida. “O Morro é a parte mais difícil da prova. Quem vai correr esse trecho deve estar bem alimentado e hidratado. Se a pessoa puder conhecer o local antes também é recomendável. Em caso de chuva e preciso redobrar a atenção”, comenta Andrea.

 

Apoio Realização
c1  c1


download      download download download

Eco Floripa Eventos Esportivos - Copyright © 2015 Volta à Ilha. Todos os direitos reservados.  (48) 3233-6822
Rua Radialista Carlos Alberto Campos, 205, 88040-460 - Florianópolis - SC