banner 2017

Maior corrida de revezamento do Brasil reunirá 3,7 mil atletas em Florianópolis

A Ilha de Santa Catarina voltará a ser percorrida por 3,7 mil atletas de todo o país no próximo dia 12 de abril, na 19º edição da corrida de revezamento Volta à Ilha ASICS. A prova tem 140 km e passa por trilhas, morros, asfaltos e areias de 25 praias de Florianópolis. Para dar conta de todo esse percurso, equipes de dois a oito integrantes dividem os trechos de acordo com as habilidades, conhecimento e preparo físico de cada um.As primeiras equipes largam às 4h15min da madrugada, com saída e chegada no trapiche da avenida Beira-Mar Norte. Entre as oito categorias, há grande expectativa para a competição na Aberta e Dupla. A categoria Aberta é formada por oito pessoas com idade mínima de 12 anos. Na categoria Dupla, os participantes devem ter pelo menos 18 anos. Para o idealizador da prova e diretor-presidente da Eco Floripa Eventos Esportivos, Carlos Duarte, esse é o grande trunfo do Volta à Ilha. “A diversidade e a complexidade do percurso também pode ser notada nos participantes, que dão o melhor de si para obterem o menor tempo para a equipe”.

O percurso da prova vem sendo aperfeiçoado a cada ano. Desde 1996, quando foi criada, a corrida sofreu alterações para ser ainda mais fiel ao contorno da Ilha. Há dois anos, a transição entre o bairro Sambaqui e Daniela, no Norte, é feita de banana boat ou barco. Veja o percurso completo no GoogleMaps. No ano passado, a equipe campeã completou a volta em 8h01min05s.

Até o dia 21 de março, as equipes inscritas devem fazer o cadastro dos atletas com o perfil de cada um e a distribuição dos trechos. Ao todo, os 140 km são divididos em 18 partes. Como existe grande procura e as vagas são limitadas, a organização realiza um sorteio. Os primeiros colocados do ano anterior têm preferência e podem se inscrever com antecedência. Porém, a maior procura é para a categoria Participação, em que não há disputa e o os atletas têm como principal meta vencer o percurso.
Bastidores da corrida serão registrados em vídeo


Acompanhar uma corrida de revezamento de 140 km ao redor de uma Ilha é uma tarefa quase impossível. Momentos de superação e nervosismo, como os de troca, em que os atletas se preparam para correr o seu trecho, passam despercebidos. “No caso das equipes que estão na disputa, há toda uma preparação e aquecimento na mudança de trechos. Os técnicos ficam atentos para que não haja atrasos e desencontros”, explica Carlos Duarte.


Para registrar e trazer um pouco mais dos bastidores da prova, neste ano haverá uma cobertura de vídeo por meio de um link para a internet, que estará disponível no dia da corrida no   http://www.ecofloripa.com.br/voltailha/, e um painel instalado no ponto de partida de chegada, no trapiche da avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis. A transmissão começa às 4h15min da madrugada, com imagens e conteúdo informativo sobre a prova, e segue até 20h. Haverá uma estrutura com duas ilhas de edição, câmeras e motos que irão se deslocar pelos 140 km do percurso para captar imagens ao longo do dia. O material também será disponibilizado para emissoras de TV via FTP (ferramenta de transferências de arquivos pela internet), com imagens em formato Full HD, ou seja, em alta definição.

Consolidação
Maior corrida de revezamento do Brasil, a primeira edição do Volta à Ilha foi em 1996, com 22 equipes participantes. Agora, 18 anos depois, são 400 equipes inscritas, e ainda é preciso fazer sorteio de vagas. Parte delas são reservadas àqueles que participaram sete anos ou mais, ou venceram alguma das provas da Eco Floripa no ano anterior. Além disso, a competição reúne atletas com diferentes perfis de preparos físicos, devido ao número de competidores por equipe e a diversificação das categorias. A faixa etária varia de 12 anos, na categoria Participação, até quem tem mais de 50, na Veterana.

Lixo produzido durante a corrida será encaminhado para reciclagem
A organização da corrida que toma emprestados 140 km do contorno da Ilha de Santa Catarina também está de olho na preservação das belezas naturais de Florianópolis. Todo o lixo produzido durante a prova, como copos descartáveis e latinhas, será recolhido e encaminhado a uma empresa de reciclagem. No regulamento também está previsto que os atletas que jogarem lixo fora dos locais adequados serão penalizados com acréscimo de tempo na cronometragem da prova.

Solidariedade
Parte do valor da inscrição de cada atleta é doada para a Sociedade Espírita de Recuperação, Trabalho e Educação - SERTE, localizada no bairro Cachoeira do Bom Jesus, em Florianópolis. A SERTE atende a 63 velhinhos no Lar Irmão Erasto e a 25 crianças no Lar Seara da Esperança. Tem ainda um educandário, o Lar de Jesus, para 120 alunos da comunidade.

Prêmios
A edição da Revista Viagens e Turismo, de 2012, premiou o Revezamento Volta à Ilha ASICS como a 5ª melhor corrida do mundo. A Revista O2 entregou o troféu de “Evento de corrida mais admirado do Brasil”, nos anos de 2007, 2008 e 2009, ao organizador da prova, Carlos Duarte. Esse reconhecimento foi destacado também por outras importantes revistas especializadas do ramo. A Revista Mens´s Health a elegeu, em 2007, como a “Melhor Corrida do Brasil”. Em 2006 e 2007, os leitores da Revista Running Brasil consideraram a prova como o “Melhor Evento de Aventura” do país.

Patrícia Pinheiro
Assessora de Comunicação - SC 51011-JP
Telefone: (61) 8179-0680
e-mail:    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
skype e twitter: patvitara
Texto: Patricia Krieger

 

Apoio Realização
c1  c1


download      download download download

Eco Floripa Eventos Esportivos - Copyright © 2015 Volta à Ilha. Todos os direitos reservados.  (48) 3233-6822
Rua Radialista Carlos Alberto Campos, 205, 88040-460 - Florianópolis - SC